domingo, 11 de julho de 2010

Espanha, Campeã do Mundo de Futebol - Venceram os Melhores!

.
Espanha -1-Holanda -0- (Iniesta faz justiça quase no final do prolongamento)
..
A vitória da Espanha na final do Campeonato do Mundo de Futebol, há pouco terminado na África do Sul, premeia, de facto, a melhor equipa (que ostentava já, aliás, o título de Campeã da Europa).
.
Impediu, para além disso, o crime de lesa-futebol que seria um eventual triunfo holandês.
A Holanda demonstrou, em diversas ocasiões, mas especialmente na partida de hoje e na que realizou antes contra o Brasil, que tem uma característica permanente, sua verdadeira marca-de-água: torna feios todos os jogos em que participa.
.
É uma equipa astuciosa, retraída, faltosa (a mais faltosa de todo o Campeonato), obsessivamente empenhada em não deixar jogar o adversário.
Com não mais do que 3 ou 4 jogadores de craveira acima da média, interrompe sistematicamente as progressões contrárias com derrubes e simulações, utilizando às vezes a violência perante uma estranha complacência dos árbitros (como é possível que De Jong tenha continuado em campo depois do que fez a Xabi Alonso, aos 27'?), e a sua estratégia resume-se depois à tentativa de aproveitamento de um erro ou de uma infelicidade do opositor.
Com esta Holanda, o futebol faz-se aos soluços...
.
A final "normal" e mais "justa" do Campeonato seria um Brasil-Espanha.
Mas, por vezes, não há justiça no futebol. Neste caso, não houve mesmo.
O Brasil, que possui um futebol incomparavelmente superior ao dos holandeses (e que poderia mesmo ter-lhes ganho por goleada, naquela excelente 1.ª parte), não parece ter percebido bem o tipo de rival que tinha pela frente - e entregou, de forma inglória, numa inenarrável 2.ª parte, uma partida "mais do que ganha"...
.
No jogo de hoje, com a Holanda, a Espanha foi (tal como antes o tinha sido o Brasil) a única equipa que jogou corajosamente para ganhar, do primeiro ao último minuto.
.
Por isso, não podendo o vencedor ser Portugal (só por milagre!) nem o Brasil (o milagre foi holandês!), que Viva España - um justíssimo Campeão do Mundo!
.
.
.

2 comentários:

Anónimo disse...

Concordo com suas belas palavras. Aliás, belíssima a maneira com que transforma pensamento em palavras.
Leio regularmente!

Cavaleiro da Torre disse...

Sinto-me muito lisonjeado com o seu comentário. Espero que continue a visitar-me regularmente. Obrigado. Um abraço.