domingo, 13 de janeiro de 2008

Caminhadas de Natal (3) - Tarde de 25 de Dezembro de 2007: O Frio e a Chuva

Arredores da Rapoula, Avelar...
... a caminho das terras vermelhas que sobem a serra...

... uma velha casa rural de 1891 saudosa da grandeza antiga...

... carvalhais semidespidos, folhas mortas espalhadas pelas veredas geladas...

... olivais seculares como sentinelas resistentes a quase tudo...

... mais ruínas a espreitarem à beira do carreiro...
... couves e nabos escapados por um triz às fervuras da consoada...

... prados verdejantes de beira-serra...

... canaviais e salgueiros desfolhados transidos de frio...

... começam as terras vermelhas que levam ao cume...

... primeiros ameaços de chuva, primeiras poças...

... enfim, a mítica encruzilhada...

... a partir daqui é sempre a subir, debaixo de chuva agora intensa...

... entre verdes profundos...

... de eucaliptos e pinheiros odoríferos e encharcados...

... já se patina, sob a chuva, na lama viscosa...

... a subida é cada vez mais íngreme...

... os caminhos mais parecem veredas a escorrerem sangue...

... mas não é nada...

... a que um bom "Knirps" não consiga fazer frente...

Sem comentários: