domingo, 18 de novembro de 2007

(Miguel Torga) - Serenata em Dó Maior


A minha vida é uma cena triste,
Dessas que se fazem numa praça
Por causa duma mulher...
Todos passam, todos olham
E sorriem da paixão...
Mas o namorado insiste:
- Minha Senhora, responda:
Sim ou não!
Sim ou não!
.
Ah! mas a senhora não responde!
Porque não é resposta aquela esperança
Dada num vago talvez...
E o pobre pobre-diabo
Leva a mão ao coração
E diz:
Minha Senhora,
Mate-me duma vez...
.
A minha vida é isso e muito mais,
Em direcção às cartas e aos sinais
De aprender a namorar...
Foi tudo colhido em mim,
Porque eu sou um pobre Adão
A começar...
.
(Miguel Torga - Poesia Completa - Vol. 1 - Publicações Dom Quixote - Lisboa)

Sem comentários: