quinta-feira, 26 de julho de 2007

Iberismo (Defesa de José Saramago)



Ferreira Fernandes, sempre conciso e directo, no Diário de Notícias de hoje:

"LEVANTÁ-LO DO CHÃO? ELE NÃO ESTÁ AÍ


Saramago foi acusado de tudo, até de traidor. Porque disse que amanhã vamos ser Espanha. Nem disse que gostava que assim fosse, disse como quem diz o inevitável: "Amanhã a Terra acaba." Vamos insultar os cientistas que garantem isso?
Não uivarei com os lobos. Saramago tem mais de 80 anos e continua a trabalhar. Ele paga os impostos em Portugal, podendo não o fazer. Eu, que vivo em Portugal, não cuspo para a sopa.
Outra coisa, ele tem uma profissão útil: escreve (não vende, por exemplo, pit bulls). E escreve em português. Num país que diz tanto "a minha pátria é a língua portuguesa", é contraditório com ser traidor. E escreve bem português: não discuto se é ou não grande escritor, digo que não escreve "çamarra". Logo, não lesa a pátria (a língua).
Ah!, e ele ganhou o Nobel de Literatura. Ao alcance de qualquer um, eu sei, mas não é o mesmo que ser administrador em fábrica do sogro. Ou é? E ainda: ele tem 80 anos e ama. Gostava de ver o caixote do lixo de quem tanto o despreza. "

Sem comentários: